sexta-feira, 28 de julho de 2017

O Disco de 1970




Lado A
  1. Ana (Roberto Carlos/Erasmo Carlos)
  2. Uma Palavra Amiga (Getúlio Côrtes)
  3. Vista A Roupa Meu Bem (Roberto Carlos/Erasmo Carlos)
  4. Meu Pequeno Cachoeiro (Raul Sampaio)
  5. O Astronauta (Edson Ribeiro/Helena dos Santos)
  6. Se Eu Pudesse Voltar No Tempo (Pedro Paulo/Luiz Carlos Ismail)
Lado B
  1. Preciso Lhe Encontrar (Demetrius)
  2. Minha Senhora (Roberto Carlos/Erasmo Carlos)
  3. Jesus Cristo (Roberto Carlos/Erasmo Carlos)
  4. Pra Você (Silvio César)
  5. 120... 150... 200 KM Por Hora (Roberto Carlos/Erasmo Carlos)
  6. Maior Que O Meu Amor (R. Barros)
A transição iniciada em 1968 chegaria ao ápice nesse disco. A tão cultuada fase Black do rei. Uma pessoa que não conhecesse a obra do Roberto (se é que essa pessoa existe) tomaria um susto em ouvir o Roberto da Jovem Guarda do disco “Canta Para A Juventude de 1965” e esse por exemplo. Os arranjos estão mais encorpados, com a orquestra bem em evidência. Nas letras, temas mais adultos, desde “Uma Palavra Amiga” aquele momento em que a gente realmente precisa escutar de um amigo, a vontade de sumir e ser por um momento um “Astronauta” (... pra viver sempre no espaço e não voltar) e o mundo que se dane aqui embaixo, quem nunca pensou nisso? O clássico “Pra Você” é um dos grandes momentos do disco. Em “Preciso Lhe Encontrar” sinto uma leve semelhança com “Edge Of Reality” que Elvis canta no filme “Live A Little, Love A Little” de 1968. “Se Eu Pudesse Voltar No Tempo” de Pedro Paulo e Luiz Carlos Ismail, o Luiz Carlos está com o Roberto desde a Jovem Guarda e até hoje faz parte do coral do rei. Em “Vista A Roupa Meu Bem” a música ao estilo dos anos 20 é revisitada, assim como em “Oh Meu Imenso Amor” do disco anterior de 1969. “Maior Que O Meu Amor” fecha o disco com chave de ouro. Na foto da capa vemos o Roberto dos anos 70, a foto lembra um pouco o estilo da foto do disco de 1966, mas aqui Roberto está bem diferente. “Meu Pequeno Cachoeiro” saiu em compacto no ano de 1971, somente com voz e violão. Em 1971 saiu um livreto com o título “Roberto Carlos – As Canções Que Eu Mais Gosto” e algumas desse disco são comentadas pelo próprio Roberto. Na sequência abaixo disponibilizamos o livro página por página. 

















Nenhum comentário:

Postar um comentário